Ricardo Alvarez e Carlos Freire vencem em Interlagos no retorno da Old Stock Race e Opala 250

Neste domingo (9) a OSR realizou a sua primeira prova da Temporada 2021, levando para a pista 25 carros no grid composto pelas duas categorias, Old Stock Race e Opala 250.

Largada da prova, 25 carros na abertura da temporada. Foto: Humberto Silva/OSR


Com o grid unificado e alguns minutos de atraso em relação ao horário previsto, os carros saíram dos boxes em sistema de pré alinhamento atrás do Safety Car com largada logo na primeira passagem pela reta dos boxes e após as luzes vermelhas se apagarem, o pole Felipe Matos do Opala 93 manteve a ponta defendendo-se do ataque de Grego Lemonias. Pimenta conseguiu a ultrapassagem sobre o carro 18 indo à caça do líder. No final da reta oposta, o Opala 68 de Perseu Alarcon errou a freada atingindo o Opala 777 de Rogerio Barbato, o que ocasionou uma bandeira amarela para a retirada dos carros.


Na relargada, Felipe Matos manteve a frente e conseguiu abrir alguns segundos do pelotão e na descida do S do Senna, os Opalas 51, 18 e 1 ficaram lado a lado e Grego se enroscou com Camargo, indo até a área de escape externa da entrada da reta oposta colados, melhor para Pimenta, que conseguiu sair da confusão e manter a segunda posição.

Relargada, Pimenta Grego e Camargo se espremem, melhor para Pimenta. Foto: Humberto Silva/OSR


Ricardo Alvarez, de volta à categoria e agora fazendo dupla com Ricardo Domenech no Opala 17, ultrapassou o Opala 51 e trouxe com ele Luiz Zapelini, que também está de volta à categoria, e Rodrigo Helal, que nas primeiras voltas escalou o pelotão, após largar no final do grid por não ter conseguido participar da classificação, devido ao acidente em que se envolveu no warmup na manhã de sábado.

Ricardo Alvarez e Zapelini de volta a categoria juntamente com Helal que largou no final do grid. Foto: Humberto Silva/OSR.


Felipe Matos até então com uma boa vantagem contra os adversários, mantinha a ponta, porém a direção de provas entendeu que Matos realizou uma queima de relargada, quando acelerou seu carro antes da bandeira verde e logo em seguida diminuiu a velocidade, comprometendo o ritmo dos carros que vinham atrás. Com isso, foram acrescentados ao seu tempo total de provas e apesar de ele aparecer à frente em todos os momentos da prova, terminou em terceiro colocado na classificação geral.

Felipe Matos largou na pole e se manteve na ponta, mas foi punido e terminou em terceiro. Foto: Humberto Silva/OSR


Ricardo Alvarez ainda duelou duro com Rodrigo Helal pela ponta, mas Alvarez conseguiu manter a ponta até a bandeirada final, vencendo a prova, com Rodrigo Helal em segundo. Com o acréscimo de 20 segundos em seu tempo total de prova, Felipe Matos foi o terceiro e completando o pódio, Evandro Camargo o quarto, Luiz Zapelini o quinto e Georges Lemonias o sexto.


Confira o resultado da primeira prova da Old Stock Race:

1- 17 Ricardo Alvarez em 27min7s997

2- 113 Rodrigo Helal a 0s508

3- 93 Felipe Matos a 10s437

4- 1 Evandro Camargo a 12s881

5- 22 Luiz Zapelini a 12s959

6- 18 Georges Lemonias a 18s686

7- 9 Marco Maragno a 35s618

8- 52 Marcelo Ferraz a 52s124

9- 31 Moises Severo a 1 volta

10- 64 Marcos Philippi a 1 volta

11- 51 Pimenta a 3 voltas

12- 12 Fabio Mencarelli a 5 voltas

13- 79 Daniel Alberici a 6 voltas

14- 25 Pedro Gomes a 11 voltas

15- 777 Rogerio Barbato a 12 voltas

16- 28 Matheus Martins a 12 voltas

Ricardo Alvarez venceu a prova na sua volta à categoria. Foto: Humberto Silva/OSR


Pela categoria Opala 250 Eduardo Conradt que largou na liderança não conseguiu segurar por muito tempo a posição e foi ultrapassado pelo companheiro de equipe Konrad Viehmann e também por Carlos Freire da Caravan 281.

Eduardo Conradt que largou na frente pela Opala 250, sendo ultrapassado por Carlos Freire. Foto: Humberto Silva/OSR.

O duelo das Caravans: Viehmann e Freire na disputa até a ultima volta. Foto: Humberto Silva/OSR


O duelo persistiu durante toda a prova até que na última volta, a Caravan 73 de Viehmann começou a soltar muita fumaça, na reta oposta, indicando a quebra do motor, com isso Freire cruzou a linha de chegada em e Eduardo Conradt do Opala 122 herdou a posição de Konrad, ficando em segundo e Rodrigo Silva da Caravan 43 em terceiro. Completando o pódio, Antônio Paiva do Opala 239 foi o quarto, Alessandro Santiago do carro 7 foi o quinto e Rodrigo RDA do Opala 69 o sexto.


Confira o resultado completo da primeira prova da Opala 250:

1- 281 Carlos Freire em 27min49s191

2- 122 Eduardo Conradt a 12s099

3- 43 Rodrigo Silva a 21s962

4- 239 Antônio Paiva a 45s663

5- 7 Alessandro Santiago a 50s365

6- Rodrigo RDA a 1min11s566

7- 73 Konrad Viehmann a 1 volta

8- 88 Renato Braz Gaspar a 1 volta

9- 68 Perseu Alarcon a 12 voltas

Carlos Freire levou sua Caravan 281 ate a linha de chegada em primeiro pela Opala 250. Foto: Humberto Silva/OSR.


A próxima etapa da Old Stock Race e Opala 250 está marcada para o dia 6 de junho em Interlagos.


Old Stock Race - A Emoção Está de Volta!

Opala 250 - A Forja de Campeões!


Fotos: Humberto Silva/OSR

Texto: Sergio Rodrigues

Comunicação Old Stock Race









Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square